O Coronavirus veio para nos acordar como Humanidade.

Vamos todos pagar agora por anos de negligência à educação e à saúde do povo (isso vem desde os governos militares, todos tem culpa, inclusive empresários que acham que empresa só serve para ELES sozinhos se beneficiarem).

Então, todos significa pobres e ricos.

O que os poderosos fizeram com a população agora vai se voltar contra eles mesmos, como já está acontecendo.

Eu não tenho nada contra ricos ou poderosos, desde que eles tenham consciência da responsabilidade que eles têm perante a sociedade.

Um grande erro da sociedade, ocidental principalmente, é de achar que as empresas, inclusive bancos, servem só para dar lucros cada vez maiores para os seus acionistas, donos e dirigentes (administradores).

Errado.

O Governo concede o direito aos bancos de operarem captação e empréstimos para que eles ajudem no desenvolvimento da Economia do país e consequentemente, no desenvolvimento de uma maior Justiça Social.

Os liberais acreditam que o Governo não deve intervir na Economia.

Dizem, por exemplo, que o Governo não tem capacidade para administrar empresas, por isso o discurso de querer privatizar tudo.

Quando estão no poder, geralmente começam a cortar investimentos nas empresas que o Governo possui.

Chamamos isso de “sucateamento”.

Quando não fazemos manutenção em uma máquina, ela fica “sucateado”.

Uma empresa é a mesma coisa.

O sucateamento faz parte da estratégia de privatização de tudo.

FHC estava sucateando a Caixa, quando Lula entrou, que voltou a reinvestir em estrutura e funcionários.

Antes de toda privatização vem o sucateamento para justificar, porque o discurso liberal (eu não defendo comunismo, mas um capitalismo preconizado por Keynes) defende que o Estado não tem capacidade de gerir empresas e que não deferia interferir na economia de jeito nenhum.

Se Obama (Democrata, Keynesiano) não tivesse atuado na Economia americana em 2008, os efeitos da crise no mundo teriam sido muito maiores.

Quando os Republicanos (Trump, ultraliberais) estão no poder, sempre acontece alguma guerra que interfere no valor do petróleo e/ou beneficia SOMENTE a economia americana.

Veja que nos EUA, esquerda também é capitalista com tendência Keynesiana e direita capitalista ultraliberal.

Não entendo como existem pessoas que ainda defendem o Ultraliberalismo ou Neoliberalismo.

Assim como não entendo como existem pessoas que defendem o Comunismo (muitas vezes disfarçado com a palavra Progressista ou Socialista, que na prática é a mesma coisa), sistema que não deu certo.

A própria China vive um sistema misto.

A política é comunista ditatorial e a economia, capitalista.

Ambos, Ultraliberalismo e Comunismo são sistemas utópicos (na verdade, eu particularmente vejo como delírios) e são extremos.

Buda, 2500 anos atrás já dizia que “o caminho para o não sofrimento é o caminho do meio” e Sócrates encontrou na frente do templo de Delphos, além da frase “Conhece-te a ti mesmo”, também a frase “Nada em excesso”.

Os 2 sistemas, ultraliberalismo ou neoliberalismo, e o comunismo ou socialismo ou progressismo, são extremos que precisam ser eliminados de cogitação de nossas mentes, se quisermos ter um Mundo mais justo para todos.

Deixe uma resposta